sexta-feira, 23 de junho de 2017

REVISÃO: CITOLOGIA: 2º BIM/2017

 EXERCÍCIOS DE REVISÃO: ORGANELAS CELULARES


1. (U.Mackenzie/2012)


fonte: http://crv.educacao.mg.gov.br (modificado)

A respeito das estruturas apontadas no esquema acima, assinale a alternativa correta.

a) 5  indica uma organela que participa diretamente do processo de divisão celular, embora esteja ausente em células vegetais.
b) 1 indica uma organela pouco desenvolvida em células glandulares.
c) Uma vez que a célula amadurece, o número de organelas 2 não se altera.
d) 4 é capaz de impedir a passagem de qualquer toxina para o interior da célula.
e) Em 3 ocorre a transcrição, uma das etapas da síntese de proteínas.



2. (UFF-RJ, 2011) As células animais, vegetais e bacterianas apresentam diferenças estruturais relacionadas às suas características fisiológicas.
A tabela abaixo mostra a presença ou ausência de algumas dessas estruturas.
Analisando as informações apresentadas, é correto afirmar que
a) tanto os vegetais quanto as bactérias são autótrofos devido à presença da parede celular.
b) o citoplasma de todas as células são iguais.
c) as bactérias não possuem cromossomos por não possuírem núcleo.
d) a célula animal é a única que realiza divisão celular com fuso mitótico com centríolos nas suas extremidades.
e) todos os plastos estão envolvidos na fotossíntese.
3. (PUCCAMP/2012) Na célula eucariótica, os aminoácidos são usados para s síntese proteica, principalmente,
a) no retículo endoplasmático rugoso.
b) nas membranas plasmáticas.
c) no interior do núcleo, junto aos nucléolos.
d) no complexo golgiense.
e) nas matrizes celular e mitocondrial.
4. (UEPGPR-2012) Com relação às células, assinale o que for correto. 
01) A célula da bactéria é mais simples do que a célula dos eucariotos. A célula procariota é caracterizada pela ausência de uma membrana envolvendo o seu material genético, não havendo então a presença de um núcleo individualizado. 
02) A energia celular é proveniente das mitocôndrias, organelas responsáveis pela digestão de partículas no interior das células. 
04) Os lisossomos são pequenos vacúolos que têm por função armazenar substâncias  tóxicas às células e excretá-las ao meio extracelular. 
08) Os centríolos são organelas localizadas próximo ao centro das células,  proporcionado  a  nutrição necessária ao funcionamento celular. 
16) O retículo endoplasmático é chamado de rugoso quando está associado aos ribossomos, tendo como função a síntese de proteínas. Já o retículo endoplasmático liso é aquele livre dos ribossomos. 
5. (UEL-PR, 2011) Na tabela, a seguir, estão assinaladas a presença (+) ou a ausência (-) de alguns componentes encontrados em quatro diferentes tipos celulares (A, B, C e D).
Os tipos celulares: A, B, C e D pertencem, respectivamente, a organismos
a) procarioto heterótrofo, eucarioto heterótrofo, procarioto autótrofo e eucarioto autótrofo.
b) procarioto autótrofo, eucarioto autótrofo, eucarioto heterótrofo e procarioto heterótrofo.
c) eucarioto heterótrofo, procarioto heterótrofo, procarioto autótrofo e eucarioto autótrofo.
d) eucarioto autótrofo, procarioto autótrofo, eucarioto heterótrofo e procarioto heterótrofo.
e) eucarioto heterótrofo, procarioto autótrofo, eucarioto autótrofo e procarioto heterótrofo.
6. (UNICS/AL-2011) A figura dada representa uma célula ______________ e as estruturas indicadas pelas setas 1 e 2 são: __________  e ___________  .
A alternativa que completa, correta e respectivamente, a frase é:
a)  animal ... mitocôndria ... núcleo
b)  vegetal ... cloroplasto ... vacúolo
c)  vegetal ... mitocôndria ... vacúolo
d)  animal ... cloroplasto ... núcleo
e)  vegetal ... cloroplasto ... núcleo
7. (UEPA-2011) Observe a figura abaixo que esquematiza uma célula.
Assinale a alternativa que estabeleça de forma correta o nome e a função da organela representada no esquema acima.
a) Em 4 está representado o vacúolo, responsável pela digestão intracelular.
b) Em 2 está representado o retículo endoplasmático não-granuloso, responsável pela síntese de proteínas.
c) Em 1 está representado o retículo endoplasmático granuloso, responsável pela condução intracelular do impulso nervoso nas células do músculo estriado.
d) Em 3 está representado o lisossomo, local onde ocorre armazenamento de substâncias.
e) Em 5 está representado o complexo golgiense, responsável pelo acúmulo e eliminação de secreções.
8. (UFSM) Numere a 2 coluna de acordo com a 1.
COLUNA 1
1. Encontra(m)-se exclusivamente em eucariontes 
2. Ocorre(m) em eucariontes e procariontes
COLUNA 2
(     ) ribossomos
(     ) mitocôndrias
(     ) membrana plasmática 
(     ) retículo endoplasmático
A seqüência correta é
a) 1 - 2 - 1 - 2. 
b) 1 - 2 - 2 - 1.
c) 2 - 1 - 2 - 1. 
d) 2 - 2 - 1 -  1.
e) 2 - 1 - 2 - 2.
9. (UFUMG) Considere as características das células A, B e C, em termos de presença (+) ou ausência (-) de alguns de seus componentes, de acordo com a tabela a seguir.
Com base nestas características, assinale a alternativa correta.
a) A célula B é de um animal, a célula A é de uma planta e a célula C é de uma bactéria.
b) As células A e C são heterotróficas e a célula B é autotrófica.
c) As células A e B realizam a fotossíntese e a célula C realiza a respiração.
d) As células A e B são eucarióticas e a célula C é procariótica.
10. (UFSCAR) Toda célula viva possui
a) membrana plasmática, mas pode não possuir núcleo e mitocôndrias.
b) membrana plasmática e mitocôndrias, mas pode não possuir núcleo.
c) núcleo, mas pode não possuir membrana plasmática e mitocôndrias.
d) núcleo e mitocôndrias, mas pode não possuir membrana plasmática.
e) núcleo, membrana plasmática e mitocôndrias.
GABARITO
1. a
Identificação: 1 – complexo golgiense (bem desenvolvido em células glandulares); 2 – mitocôndrias (número variável conforme a necessidade de energia da célula); 3 – 3 – núcleo (onde ocorre a transcrição, ou seja, a produção de RNA que age na síntese de proteínas nos ribossomos); 4 – membrana plasmática (seletiva, mas permite que certas substâncias a atravesse, inclusive toxinas); 5 – centríolo (ausente nas células de vegetais superiores, mas é encontrado em briófitas e pteridófitas).
2. d
A parede celular não produz alimento, portanto, a presença dessa parede não torna a célula autótrofa. A composição do citoplasma é bastante variável, por exemplo, o citoplasma da célula bacteriana não possui citoesqueleto. As bactérias possuem cromossomo disperso no citoplasma. Apenas os cloroplastos fazem fotossíntese, existem outros plastos que armazenam alimento, ar etc.
3. a
As proteínas são sintetizadas nos ribossomos que podem estar aderidos à membrana do retículo endoplasmático rugoso (granular), aderidos à face da membrana nuclear voltada para o citoplasma, ou ainda dispersos no hialoplasma. Eles também são encontrados nas mitocôndrias, aderidos à membrana interna.
4. A resposta é a soma das frases corretas: 17 (1 + 16).
As mitocôndrias não são responsáveis pela digestão de partículas, elas fazem a respiração celular. Os lisossomos são pequenas vesículas que contém enzimas digestivas. Os centríolos estão relacionados à divisão celular (formação do fuso de divisão). 
5. e
A célula A é de eucarioto por possuir envoltório nuclear e heterótrofo por não possuir clorofila (célula animal). A célula B é de procarioto por não possuir envoltório nuclear e autótrofo por possuir clorofila. A célula C é de eucarioto autótrofo por possuir envoltório nuclear e autótrofo por possuir clorofila (célula vegetal). A célula D é procarioto heterótrofo por não conter envoltório nuclear nem clorofila.
6. b
O esquema é de célula vegetal pela existência de vacúolo grande (2), cloroplastos (1) e parede celular.
7. e
Identificação: 1 – retículo endoplasmático granular, responsável pela síntese protéica; 2 – retículo endoplasmático agranular, responsável pela metabolização de lipídeos, transporte de substâncias etc.; 3 – mitocôndrias, responsável pela respiração celular; 4 – lisossomos ou vesículas de secreção do complexo golgiense; 5 – complexo golgiense armazena e elimina secreções.
8. c
9. d
Com envoltório nuclear identifica as células eucarióticas. Presença de cloroplastos identifica a célula vegetal.
10. a
Toda célula, seja eucariótica ou procariótica, possui membrana plasmática, citoplasma, ribossomos e cromossomos (simples ou não).

16 comentários:

trouxa-por-obrigação disse...
Parabéns, procurei exercícios relacionados com a matéria

1º ANOS: TARDE- ATIVIDADE COMENTADA- 2º BIM./2017



 ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR MORAIS- BIOLOGIA- REVISÃO: 2º BIM.2017

ATIVIDADES DE REVISÃO: TRANSPORTES ATRAVÉS DA MEMBRANA CELULAR



1- O esquema abaixo mostra o comportamento da célula vegetal submetida a duas condições osmóticas diferentes:
  a         como são denominadas as células A e B? CÉLULA A- TÚRGIDA E B- PLASMOLISADA ( MURCHA)
b         em que meio foram submetidas? CÉLULA: A, FOI  COLOCADA EM MEIO HIPOTÔNICO, POIS HOUVE GANHO DE ÁGUA, FAZENDO COM QUE ELA FICASSE CHEIA. JÁ A CÉLULA: B, FOI COLOCADA EM MEIO HIPERTÔNICO HAVENDO PERDA  DE ÁGUA PELA CÉLULA FAZENDO COM QUE ELA FICASSE PLASMOLIZADA.

2- Um estudante colocou dois pedaços recém- cortados de um tecido vegetal em dois recipientes, I e II, contendo solução salina. Depois de algumas horas, verificou que no recipiente I as células do tecido vegetal estavam plasmolisadas. No recipiente II, as células mantiveram o seu tamanho normal. Qual a conclusão do estudante quanto:
  a- à concentração das soluções salinas nos recipientes I e II, em relação às células desse tecido?
I-                     SOLUÇÃO HIPERTÔNICA, POIS FEZ COM QUE A CÉL MURCHASSE
II-                   SOLUÇÃO ISOTÔNICA, POIS FEZ COM QUE A CÉL. PERMANECESSE NORMAL.
b-       Ao que significa dizer que em I as células estavam plasmolisadas? ESTAVAM MURCHAS

3- A figura abaixo mostra uma célula observada ao ME:
a-    A célula é proveniente de tecido animal, porque não apresenta: P.C/ cloroplastos / nem vacúolos
b-    R.E.R e ribossomos

4- Em 15 de Março...
a-    O citoplasma das células era HIPERTÔNICO
b-    Administrar melhor a medicação

5- Dê o nome à célula representada...
a-    CÉLULA EUCARIOTA VEGETAL
1-    P.C- PROTEÇÃO
2-    MITOCÔNDRIAS- RESP. CELULAR
3-    VACÚOLO- EQUILÍBRIO HÍDRICO
4-    CLOROPLASTO- FOSTOSSÍNTESE
6- É prática comum temperarmos...
OSMOSE- PASSAGEM DE SOLVENTE DO MEIO MENOS COM. EM SOLUTO PRA O MEIO MAIS COM. EM SOLUTO, ATÉ EQUILIBRAREM AS CONCENTRAÇÕES ENTRE OS MEIOS.


sexta-feira, 12 de maio de 2017

1º ANOS- TARDE: PROJETO MEIO AMBIENTE E CIDADANIA- 2º BIM./2017

PAINÉIS/ 2017

MAIO ECOLÓGICO


DATA PARA EXPOSIÇÃO DOS PAINÉIS:

- 2ª-FEIRA ( 22/05/2017)


CRITÉRIOS PARA A CONFECÇÃO DO PAINEL:
- TNT
- TÍTULO CRIATIVO PARA TODOS OS TEMAS
- IDENTIFICAÇÃO DA TURMA


AVALIAÇÃO: CRITÉRIOS
- ORGANIZAÇÃO
- CRIATIVIDADE
- CONTEÚDO ( DENTRO DE CADA TEMA)
- PONTUALIDADE NA EXECUÇÃO DO PAINEL
- BELEZA

terça-feira, 14 de março de 2017

1 ANOS- TEXTOS COMPLEMENTARES

A QUÍMICA DA VIDA

E A BIOLOGIA CELULAR

 - Água, Sais Minerais, Carboidratos E    Lipídios -


- Os Componentes Químicos da Célula – Todas as células são compostas de substâncias químicas. Esses componentes químicos das células podem ser divididos em dois grupos:
  • Inorgânicos – Água e Sais Minerais
  • Orgânicos – Carboidratos, Lipídios, Proteínas, Vitaminas e Ácidos Nucleicos.
As substâncias orgânicas possuem, obrigatoriamente, o elemento carbono em suas moléculas, ao contrário do que se verifica entre as substâncias inorgânicas. Mas há substâncias, como o monóxido de carbono ( CO ) , o dióxido de carbono ( CO2 ) e o ácido cianídrico ( HCN ) , que, apesar de posuírem carbono em suas moléculas, apresentam propriedades típicas de compostos inorgânicos. Por isso, alguns bioquímicos consideram tais substâncias como compostos de transição entre os componentes inorgânicos e os orgânicos.
Os Componentes Inorgânicos da Célula -
  • Água – A água, que é o componente químico mais abundante da matéria viva, atua como solvente universal, funcionando como dispersante de inúmeros compostos orgânicos e inorgânicos. Essa característica da água é de fundamental importância para os seres vivos, uma vez que as reações químicas da natureza biológica se desenvolvem em soluções. A água é, ainda, um importante veículo de transporte de substâncias, permitindo o contínuo intercâmbio de íons e de moléculas entre os líquidos extra e intracelular. Nos seres vivos, a evaporação da água, através de suas superfícies, contribui para a manutenção da temperatura corpórea em níveis      compatíveis com a vida. Nas articulações ósseas, a água exerce um papel lubrificante, contribuindo para diminuir o atrito nessas regiões. Além disso, nas reações de hidrólise, como ocorre no processo digestório, a água tem participação indispensável na transformação das grandes moléculas orgânicas em outras moléculas menores. Na fotossíntese, a água é uma das substâncias utilizadas na síntese de substâncias orgânicas. Assim, resumidamente, podemos enumerar as seguintes funções desempenhadas pela água nos seres vivos em geral, solvente de líquidos corpóreos, meio de transporte de íons e de moléculas, regulação térmica, ação lubrificante, atuação nas reações de hidrólise, ” matéria prima ” para a realização da fotossíntese.
·  O que é a água?A água é uma substância química composta por átomos de hidrogénio e oxigénio, sendo essencial para todas as formas conhecidas de vida.
É uma molécula electricamente neutra porque possui o mesmo numero de electrões e protões.
·  Apesar disso, a molécula da água contem cargas positivas e negativas, logo é considerada um dipolo eléctrico.
As moléculas de água ligam-se entre si através de pontes de hidrogénio devido às atracções que se estabelecem entre os polos positivos e negativos.
·  Características da molécula da água
É uma molécula reguladora da temperatura.
Tem um elevado poder de dissolução.
Tem um elevado ponto de ebulição.
Tem uma elevado tensão superficial.
Tem um elevado calor especifico.
Tem um elevado calor de vaporização.
·  Bebemos água para ajudar na diluição e funcionamento normal dos órgãos para em seguida ser eliminada pela urina e por evaporação nos poros, mantendo a temperatura corporal e eliminando resíduos solúveis, como sais e impurezas.
As lágrimas são um exemplo de eliminação de água.
·  Funções da água
Estrutural
Reguladora
  • Sais Minerais: Fundamentais para a matéria viva, os sais minerais são encontrados nos organismos sob duas formas básicas: Insolúvel e Solúvel. Acham-se sob a forma insolúvel os sais minerais imobilizados como componentes da estrutura esquelética. Nos vertebrados, os fosfatos de cálcio são encontrados nos ossos, onde contribuem com a rigidez característica desses orgãos. Nos corais, o esqueleto externo ( exoesqueleto ) é organizado principalmente por carbonatos de cálcio ( calcário ) , cuja resistência é bem evidente nos recifes. Nas algas diatomáceas, a carapaça envolvente apresenta grande rigidez por ser altamente impregnada de sais de silício. Nos ovos de aves, é marcante a presença de sais de cálcio insolúveis.
Sob a forma solúvel, encontram-se os sais minerais dissolvidos na água em forma de íons. É nesse aspecto que os sais minerais desempenham um importante papel biológico nos seres vivos, agindo como ativadores de enzimas, como componentes estruturais de moléculas orgânicas diversas e participando da manutenção do equilíbrio osmótico, entre outras funções. A seguir, alguns dos sais minerais necessários ao corpo humano, ressaltando o seu papel biológico.
Sais de Cálcio ( Ca++ ) ~Participam da constituição dos ossos e dos dentes. Os fosfatos de cálcio constituem um dos principais componentes químicos do tecido ósseo, contribuindo para a rigidez característica dos ossos e para o fortalecimento dos dentes. O Ca++ atua também nos mecanismos de coagulação do sangue e de contração dos músculos.
~  Sais de Ferro ( Fe++ ) ~ Esses sais participam da constituição da hemoglobina, pigmento respiratório presente nas hemácias ou glóbulos vermelhos do sangue. Combinando-se com o gás oxigênio, fundamental para a respiração celular aeróbica, a hemoglobina permite o transporte e a distribuição desse gás para todas as células vivas do organismo. Os sais de ferro participam também da constituição dos citocromos, substâncias importantes para a ocorrência da fotossíntese e da respiração celular.
Sais de Fósforo ( PO4 – - - ) ~ Participam da constituição do esqueleto e de moléculas como os ácidos nucléicos e o ATP ( trifosfato de adenosina ) , que é a molécula fornecedora de energia para a atividade celular.
Sais de Iodo ( I - ) ~ São necessários para a constituição dos hormônios da glândula tireóidea ( tireóide ) , situada nos primeiros anéis da traquéia, na região da garganta. Esses hormônios aceleram o metabolismo e têm papel fundamental no crescimento e desenvolvimento do organismo.
Sais de Potássio ( K+ ) , Sódio ( Na+ ) e Cloro ( Cl- ) ~ Participam da regulação osmótica nas células. Os íons K+ e Na+ atuam no mecanismo de condução dos impulsos nervosos nos neurônios.

Nas plantas em geral a nutrição inorgânica inclui uma eficaz absorção dos sais minerais diversos encontrados no ambiente em que vivem, através de suas raízes.
·  O que são sais minerais?
São substâncias inorgânicas, ou seja, não podem ser produzidos pelos seres vivos.
Eles devem ser ingeridos através de uma alimentação que forneça quantidades adequadas destas substâncias.Caso haja excesso, este será eliminado através das fezes e da urina.
·  Importância dos sais minerais
Como possuem várias funções (estrutural e reguladora) a falta ou o excesso dos sais minerais pode gerar desequilíbrios na saúde.
Contudo, há alguns minerais como, por exemplo, o alumínio e o boro, que podem estar presentes no corpo sem nenhuma função.

Publicado: junho 27, 2009 por ' Carolina Araújo em ' Ciências Da Natureza E Suas TecnologiasBiologia

A importância da água e dos sais minerais na nossa alimentação.


by Roberto M.
Por que precisamos beber água? Para que necessitamos de sais minerais, quais são suas funções? Como obtemos os sais minerais necessários ao nosso organismo? O que precisamos ingerir para suprir nosso organismo dos sais minerais necessários?
Primeiramente vamos falar da água.
Praticamente 70% da massa do nosso corpo é constituída de água.

Nossas células não sobreviveriam se não fossem banhadas pelos líquidos do corpo (como o sangue) compostos principalmente de água. A água serve como meio de transporte para os nutrientes, os gases da respiração e os resíduos que serão eliminados.
A água é um dos reguladores da temperatura do nosso corpo; é indispensável no processo digestivo, tanto na absorção dos nutrientes quanto na excreção do bolo fecal; facilita a eliminação das toxinas do organismo através da urina.
O corpo necessita estar sempre muito bem hidratado. Para manter a hidratação do corpo adequadamente, são necessários pelo menos dois litros de água diariamente.

Agora, dos Sais Minerais.
Os sais minerais são substâncias inorgânicas que possuem funções muito importantes paras o desenvolvimento e atividades do corpo humano e a falta dessas substâncias pode gerar desequilíbrios na saúde das pessoas.

Assim como as vitaminas, os sais minerais não são fabricados pelo organismo; por isso, devem ser ingeridos diariamente, nas doses necessárias. Em geral, existem em quantidade suficiente numa alimentação sadia e variada.
Os principais sais minerais necessários ao nosso organismo são o sódio, o magnésio, o fósforo, o cálcio, o potássio, o cloro, o ferro e o iodo. Cada um deles desempenha uma função, ou seja, serve para fazer alguma coisa relativa à nossa sobrevivência.
A relação abaixo dá uma idéia da função e também das principais fontes de alguns dos sais minerais necessários ao nosso organismo.

1 – Cloro, sódio e potássio
A função destes elementos, entre outras, é ajudar no funcionamento das células nervosas e regular a entrada e saída de água das células em geral.
A fonte de cloro e de sódio é o nosso famoso sal de cozinha (cloreto de sódio). Potássio a gente obtém nas bananas e nas frutas cítricas.

2 – Cálcio e fósforo
Atuam na formação dos ossos e dos dentes (a absorção do cálcio é auxiliada pela vitamina D e pelos raios solares)
São encontrados no leite e derivados (iogurte, queijo), na batata-doce, alface, brócolis e laranja.

3 – Ferro
É indispensável na fabricação dos glóbulos vermelhos do sangue (hemácias). A falta de ferro causa anemia.
Fontes de ferro são alimentos como fígado e carnes vermelhas, feijão, espinafre e ervilha.

4 - Iodo
Necessário para o funcionamento da glândula tireóide (se faltar, a glândula aumenta de tamanho, e a pessoa fica com papeira, também chamada de bócio)
Existe nos peixes e frutos do mar. Além disso, os fabricantes são obrigados, por lei, a acrescentar iodo ao sal de cozinha para prevenir o bócio.

5 – Magnésio
É elemento formador da clorofila; o magnésio atua em várias reações químicas juntamente com enzimas e vitaminas; ajuda na formação dos ossos e no funcionamento de nervos e músculos.
É encontrado nas hortaliças de folhas verdes, nos cereais, nos peixes, carnes em geral, ovos, feijão, soja e banana.
Bibliografia: Cesar, Sezar & Bedaque – Ciências, entendendo a natureza – Editora Saraiva – 7ª Edição



A SAÚDE EM PAUTA


 ÁGUA,VITAMINAS, SAIS MINERAIS


As vitaminas e sais minerais têm uma vizinha especial de prateleira: a água.
água é essencial para o corpo. É tão importante que constitui cerca de 70% do nosso peso. Até os nossos ossos têm água, e tudo aquilo que comemos, dos animais aos vegetais. Verduras e legumes são especialmente ricos em água e sais minerais. Algumas frutas, como o melão e a melancia, têm quase 90% de água e suprem boa parte da necessidade hídrica do corpo.
Na água, encontramos alguns sais minerais, que também são encontrados em uma série de alimentos, desde carnes até vegetais. Os sais minerais são necessários para o funcionamento das nossas células, e participam ativamente do nosso metabolismo.

Já as vitaminas são importantíssimas! Cada comida tem um pouquinho de vitamina. Sabia que "vitamina" vem da palavra latina "vita", que significa vida? Pois é, o organismo precisa das vitaminas em pequenas quantidades diárias, pois elas atuam diretamente no metabolismo, que é o conjunto de reações químicas que geram energia e são responsáveis pela formação, desenvolvimento e renovação das nossas células.

Mas existem coisas sobre os sais minerais e as vitaminas que você não sabe...


SAIS MINERAIS

Os sais minerais são muitos, e cada um faz um trabalho diferente. Temos o cálcio, que mantém firmes nossos ossos; o ferro, importante para a respiração celular (ele é um componente fundamental do sangue, pois faz a troca de gás carbônico pelo oxigênio); o cobre, que influi na formação dos tecidos da pele; o zinco, que ajuda o sistema imunológico; o fósforo, importante para o funcionamento dos músculos; o sódio, que regula a quantidade de água no corpo; o potássio, que ajuda no metabolismo das proteínas e na contração dos músculos; o iodo, que regula o funcionamento da tireóide, uma glândula responsável pelo crescimento.
O sal que se usa para cozinhar chama-se cloreto de sódio. Ele é obtido pela evaporação da água do mar, em lugares chamados salinas. O cloreto de sódio pode ser retirado das minas, lugares que eram recobertos pelo mar há milhões de anos.
                                                                      
                                                                        VITAMINAS

  As vitaminas são parte da constituição das enzimas, proteínas que promovem as reações químicas no organismo.Sem vitaminas ou enzimas, essas reações não acontecem, ou se processam muuuuito lentamente, prejudicando o bom funcionamento do corpo.
A maioria das vitaminas não podem ser produzidas nem sintetizadas pelo organismo, então temos que ingeri-las por meio dos alimentos.

Dê uma olhada aqui para ver a função de algumas vitaminas, e onde encontrá-las:.
Vitamina
Para quê é bom
Onde encontrar
A
Leite, queijo, iogurte, legumes
Frutas e legumes de coloração laranja: cenoura, mamão, laranja
B12
Ficar forte
Ovos
C
Acerola, limão
D
Leite, queijo, iogurte
F
Pele
Óleo de soja, óleo de girassol
K
Verduras de cor verde-escura: espinafre, couve, agrião
P
Cabelo
Frutas




  GRUPOS DE ALIMENTOS

ALIMENTAÇÃO

CONSTRUTORES
- REGULADORES
- ENERGÉTICOS
Comer é um dos maiores prazeres da vida, mas comer bem é uma verdadeira arte. Uma refeição completa deve ter um pouco de tudo: carboidratosproteínasgordurasvitaminas e sais minerais.Quando você vai ao supermercado, tudo isso fica misturado nas gôndolas ou prateleiras, escondido nos mais diversos alimentos.
Mas neste supermercado virtual, cada grupo alimentar tem o seu canto próprio, e cada prateleira traz uma informação importante para você aprender a montar um cardápio nutritivo e gostoso. Pegue um carrinho (ops, o mouse!) e vamos às compras!







A prateleira dos alimentos construtores é uma agitação só. É porque o grupo dos construtores não pára quieto! Os alimentos desse grupo trabalham duro, sempre ajudando o organismo a se renovar e se fortalecer.
No grupo dos construtores estão os alimentos ricos em proteínas, que a gente encontra na carne, no peixe, no frango, na clara dos ovos, e também no leite e seus derivados, como queijo e iogurte.

Tem gente que acha mais saudável não comer carne ou escolhe não comer nada de origem animal: os vegetarianos. Ainda bem que existem também as proteínas de origem vegetal... Entram nessa turma grãos como feijão, lentilha e grão-de-bico, a soja, e frutas oleaginosas (que contêm óleo) como amendoim, nozes, amêndoa e castanha-do-pará.

Até suas unhas são formadas por proteínas!





REGULADORES


Na prateleira dos alimentos reguladores, onde tudo é muito colorido, reina a mais perfeita ordem. Não é à toa: são eles que ajudam o corpo a funcionar como um relógio. Os alimentos reguladores são ricos em vitaminas e sais minerais, que encontramos nas verduras, frutas e legumes.
São eles que mantêm o organismo funcionando direitinho, pois regulam as funções vitais e auxiliam os órgãos a fazer o seu trabalho. As verduras e frutas, por exemplo, são ricas em fibras, que ajudam o estômago e o intestino a funcionar melhor. Outros alimentos ricos em fibras, como grãos, pão e macarrão integrais, também entram nesse grupo.
Na família das verduras, temos alface, rúcula, agrião, espinafre, almeirão, acelga, brócolis, couve, e muitas outras. Na família das frutas, tem gente que não acaba mais: maçã, banana, laranja, mamão, pêra, melão, melancia... Os legumes vêm logo atrás: tomate, pepino, cenoura, berinjela. Dá para fazer uma salada imensa e colorida com os alimentos reguladores.



ENERGÉTICOS

CARBOIDRATOS 
Eles têm a força! Os alimentos energéticos são ricos em açúcares (carboidratos) e gorduras (lipídios). Os carboidratos e lipídios são verdadeiros super-heróis para o corpo: fornecem energia para o nosso organismo funcionar, para você poder correr e brincar à vontade. Vá colocando no carrinho: pão, macarrão, cereais como arroz e milho, frutas e doces, alimentos ricos em carboidratos. É energia que não acaba mais.
Para obter energia, nosso organismo recorre primeiro aos carboidratos. Eles sustentam as atividades muscular e mental, e também o funcionamento dos órgãos. Mas quando a gente abusa deles, a balança logo avisa! Porque se ingerimos carboidratos em excesso, eles são transformados em gordura e "estocados" em alguma parte do corpo.

O açúcar que a gente usa para adoçar comidas e bebidas vem da cana-de-açúcar, aquela planta com folhas compridas que forma os canaviais. Mas não é o único açúcar que existe. O leite e as frutas têm seus próprios açúcares naturais, chamados lactose e frutose.
Alguns vegetais acumulam energia em forma de amido, que é um tipo de carboidrato. São ricos em amido: a batata, a mandioca, o milho, o trigo. Com a digestão do amido e dos açúcares, obtemos a glicose. Ela é necessária para o movimento dos músculos - ou seja, sem ela, não faríamos nada!
Mas onde fica a prateleira mais gostosa desse supermercado? Cadê os lipídios?



ALIMENTAÇÃO

TABELA ENERGÉTICA

CALORIAS
Caloria é a unidade de medida da energia dos alimentos. A gente precisa de duas a três mil calorias por dia. Só que não adianta comer cinqüenta biscoitos de morango de uma vez e achar que está alimentado. É a velha história: quantidade não é qualidade. Você come esse montão de biscoito, ingere 3 mil calorias e ainda assim não está alimentado adequadamente. Sabe por quê?
Porque para compor sua refeição, você não deve levar em conta apenas a quantidade de calorias, mas principalmente os nutrientes que estão em cada comida, como proteínas, carboidratos, gordura, água e sais minerais.
Aqui você pode conferir o nível de calorias de alguns alimentos: biscoitoscarnesfrutasleite e derivadosmatinaisovos, refrigerantes e sucossobremesas e vegetais.


Serve como curiosidade e referência para quem precisa engordaremagrecer um pouco ou fazer uma dieta balanceada.